skip to content

Benefícios do Oxyvita cabelos, pele e unhas

Benefícios do Oxyvita

 

Oxyvita Fórmula UPC é indicado para cabelos finos, sem brilho, com redução do crescimento e que se quebram facilmente, e unhas com descamação, dificuldade no crescimento ou com aspecto estriado. Para cabelos com quedaOxyvita Fórmula UPC é a solução.

 

vitamina para cabelos unhas e pele

Óxido de Magnésio, Ácido Ascórbico, Nicotinamida, Alfa Aceto de Tocoferol, Fumarato Ferroso, Ácido Pantotênico, Óxido de Zinco, Riboflavina, Cloridrato de Piridoxina, Monohidrato de Tiamina, Acetato de Retinol, Ácido Fólico, Selenito de Sódio, Biotina, Cianocobalamina.

Biotina

A biotina, também conhecida como vitamina B7, é um componente do complexo B que tem recebido cada vez mais atenção. Seus benefícios estéticos para a pele e para os cabelos tornaram a biotina famosa, mas a verdade é que seus efeitos vão muito além disso.

Essa vitamina, cuja deficiência é bastante rara, beneficia ainda quem procura perder peso e quem busca ganhar massa muscular. Dessa forma, vale a pena garantir que os níveis diários sejam atingidos, o que pode facilmente ser feito pela vasta maioria das pessoas sem suplementação.

Vamos conferir abaixo todos os benefícios da biotina para a boa forma e saúde, e assim você vai compreender para que serve essa vitamina em seu organismo.

1. Menos Colesterol e Triglicerídeos

Em primeiro lugar, há claros benefícios da biotina para a saúde do sistema circulatório e do coração. Bons níveis de biotina no corpo contribuem para uma redução dos níveis de colesterol, o que diminui significativamente o risco e severidade da hipertensão, bem como da arteriosclerose.

A biotina tem o mesmo efeito redutor sobre os níveis de triglicerídeos, que também são nocivos para o sistema circulatório e que podem até mesmo piorar o problema do colesterol, diminuindo os níveis de colesterol HDL (o colesterol “bom”).

2. Regulação dos Níveis de Açúcar

A biotina também tem entre as suas funções a manutenção de níveis de açúcar regulares no sangue. Essa manutenção, que evita momentos de excesso ou de escassez de açúcar, reduz a pressão sobre os níveis de insulina. Dessa forma, um dos benefícios da biotina é prevenir e reduzir a severidade da diabetes tipo 2.

3. Benefícios para a Pele e para o Cabelo

A biotina também é raramente chamada de vitamina H, nome que recebeu em virtude das palavras Haar e Haut, termos alemães para cabelo e pele. Desde o começo dos estudos sobre a biotina, foram reconhecidas as suas funções na manutenção da saúde da pele, do cabelo e das unhas.

Os benefícios da biotina para esses tecidos se mostram através de uma queda de cabelo em menor quantidade, bem como através de cabelos e unhas mais fortes, as quais passam a se quebrar menos frequentemente. Além disso, a pele também se torna mais sadia, evitando uma série de problemas estéticos como a acne ou quaisquer dermatites.

4. Melhor Metabolismo

Um dos mais significativos benefícios da biotina é o seu papel no metabolismo, realizado sobretudo através da ativação de enzimas. As enzimas são essenciais para uma digestão eficaz, uma vez que são elas que quebram os nutrientes em unidades menores que podem ser absorvidas pelo corpo. Dessa forma, a biotina zela por uma digestão completa, com uma absorção mais rápida e mais segura dos nutrientes necessários.

5. Reparo dos Tecidos

A biotina também possui funções importantes no que se refere ao crescimento e ao reparo de uma grande variedade de tecidos do corpo humano. Dessa forma, o crescimento da medula óssea depende da biotina, bem como o reparo das células nervosas eventualmente danificadas.

6. Perda de Peso

Os benefícios da biotina para a perda de peso se dão sobretudo através de suas funções no metabolismo. A ativação das enzimas para que serve a biotina garante a absorção dos nutrientes necessários, evitando que o corpo tenha reações negativas que levam ao acúmulo de gordura a ao aumento exagerado do apetite.

Outro ponto importante para o emagrecimento é o controle que a biotina exerce sobre os níveis de açúcar no sangue. Níveis altos de açúcar favorecem o acúmulo de gordura. Além disso, níveis controlados de açúcar permitem que o corpo funcione com níveis mais baixos de insulina, um hormônio que estimula o armazenamento de gordura

7. Ganho de Massa Muscular

A biotina é de grande importância para o ganho de massa muscular, sobretudo em virtude de suas funções no reparo dos tecidos danificados. A recuperação dos tecidos se encaixa perfeitamente no treino de hipertrofia, cujo princípio é provocar pequenos danos nos músculos, que são em seguida reparados com ganhos de massa muscular.

Através de seu papel na digestão, a biotina garante ainda que o corpo tenha a energia necessária para a síntese proteica, fator essencial para o crescimento dos músculos.

Efeitos da Falta de Biotina

Uma verdadeira deficiência de biotina é algo bastante raro. Na verdade, na maior parte dos caso há uma grande autonomia no que diz respeito a essa vitamina, uma vez que bactérias presentes no intestino humano podem produzir quantidades mais que suficientes de biotina.

É possível, porém, que problemas genéticos afetem essa produção de biotina, que também pode ser prejudicada pelo consumo de antibióticos, que podem matar as bactérias que são por ela responsáveis. Verifica-se também uma concentração abaixo da ideal sobretudo em idosos, alcoólatras, pessoas com problemas digestivos, pessoas epiléticas e atletas.

Além disso, gestantes e lactantes também podem sofrer frequentemente com a falta dessa vitamina.

Uma deficiência leve de biotina pode se manifestar na forma de problemas neurológicos como a letargia, o formigamento das extremidades, mas até mesmo com alucinações e depressão. Deficiências severas se manifestam em geral através da queda de cabelo e de problemas na pele como dermatites, acne e coceiras, além de poder provocar conjuntivite.

Deficiências prolongadas, como aquelas causadas por fatores genéticos, podem levar a um sistema imunológico menos eficiente.

Quanto de Biotina é Suficiente?

As quantidades diárias necessárias de biotina aumentam conforme o crescimento, começando no nível de 0,0005mg, que é válido até os 6 meses de idade. A partir desse ponto, as necessidades diárias aumentam até os 19 anos de idade, quando se estabilizam em 0,0019mg para homens e mulheres pelo resto da vida.

As mulheres gestantes devem continuar obtendo 0,0019mg por dia, enquanto as lactantes precisam diariamente de 0,0035mg. Além disso, é importante lembrar que a biotina é uma vitamina hidrossolúvel, e por isso não pode ser armazenada pelo corpo. É importante que as quantidades diárias sejam regularmente obtidas.

Onde Encontrar Biotina?

Além de ser produzida por bactérias no intestino, não é difícil saber onde encontrar biotina nos alimentos, de forma a garantir que os níveis adequados estão sendo atingidos.

Os principais alimentos com biotina são as gemas de ovos, os peixes, o leite e o fígado. Outras fontes são o arroz integral, a aveia, a soja e os nozes. Outros alimentos com quantidades apreciáveis de biotina são as batatas, as bananas, o brócolis, o espinafre e a couve-flor.

É preciso ter cuidado, porém, com as claras dos ovos. Quando cruas, as claras são fontes de uma proteína que reduz a absorção de biotina, de modo que podem mesmo ser a causa de uma deficiência dessa vitamina. Aquecer a clara através de seu cozimento ou fritura desnatura a proteína que causa esse efeito.

vitamina para cabelos unhas e pele

Suplementação de Biotina

A suplementação de biotina é em geral desnecessária, uma vez que a deficiência dessa vitamina é raríssima. Entretanto, trata-se de um tratamento possivelmente benéfico para aqueles que estão em risco de deficiência, como idosos, gestantes e atletas.

A suplementação é, porém, absolutamente necessária para pessoas que sofrem com uma deficiência hereditária de biotina. Além disso, há suspeitas de que, em combinação com o crômio, a suplementação de biotina seja eficaz no controle do diabetes.

Deve-se notar, porém, que a forma do suplemento é bastante importante. Suplementos em forma de creme ou gel, que prometem beneficiar a pele, são em geral ineficazes, uma vez que a pele não é capaz de absorver a biotina. Em todo caso, o suplemento mais eficiente é administrado oralmente.

A determinação da dosagem deve feita por um médico, que poderá, além disso, evitar qualquer interação indesejável com medicamentos utilizados pelo paciente.

Overdose de Biotina

Felizmente, doses muito altas de biotina não demonstraram nenhum efeito negativo em testes clínicos. Trata-se de uma substância possivelmente segura mesmo em quantidades extremamente altas. De qualquer forma, uma vez que não se sabe a partir de qual nível a biotina se torna perigosa, recomenda-se que a suplementação seja feita apenas com o objetivo de atingir as necessidades diárias.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite.

vitamina para cabelos unhas e pele

O que é o ácido ascórbico

O ácido ascórbico é o nome químico da vitamina C e é como ela é chamada quando é usada na composição de produtos cosméticos. Com a sua molécula diferenciada para aumentar a sua estabilidade química, ele pode ser denominado de fosfato de ascórbica, palmitato de ascorbila, ascorbila glucoside.

O ácido ascórbico, diferente do ácido hialurônico, não existe naturalmente em nossa pele. Mas sua versão sintética, isto é, produzida em laboratório, é utilizada para prevenir o fotoenvelhecimento da pele e estimular a produção de colágeno.

Indicações do ácido ascórbico

O ácido ascórbico tem ação antioxidante, combatendo os radicais livres e assim prevenindo e retardando o envelhecimento. Outra função dele é estimular a produção de colágeno da pele, reduzindo a flacidez. Além disso, ele atua nos melanócitos, células que guardam a melanina, uniformizando a cor da pele.

O ácido ascórbico protege a pele em suas camadas mais profundas. Seus efeitos de fotoproteção incluem diminuição de eritema (vermelhidão), diminui alterações em nível celular e DNA, reduz também o aparecimento de manchas, diminui o câncer de pele e o envelhecimento.

Por isso o ácido ascórbico é utilizado para prevenir os danos causados pela exposição à radiação ultravioleta e é aplicado em muitos produtos cosméticos pós-sol. Também é usado em tratamentos anti-aging, para estímulo na síntese de colágeno, no tratamento de melasma, estrias brancas e eritemas pós-operatório tratados com laser.

Up